Carregando...

31 de julho de 2014

ACORDAR BEM DISPOSTA


Oi Diva!!!

Essa dica vai para mim mesmo... só não sei se será fácil seguir! kkkk

5 dicas para acordar bem disposta

Siga essas recomendações e comece o dia com mais energia.



1. Mantenha uma hora certa para dormir e acordar, porque isso ajuda a regular seu relógio biológico.
2. Abra a janela de manhã. A claridade ajuda a dizer ao organismo que é dia.
3. Tente deixar a janela do quarto liberada para a entrada dos primeiros raios de sol.
4. Antes de dormir, evite praticar atividades estimulantes. Substitua a TV ou internet por uma leitura leve ou música relaxante.
5. Respire fundo e levante-se! A melhor forma de dizer ao corpo que está na hora de acordar é não enrolar...

FONTE: M de Mulher

30 de julho de 2014

AGACHAMENTO SUMO

Oi Divas!!!

Tempo para Resultado: Com 10 minutos, em 3 meses, são suficientes para constatar o enrijecimento muscular. “No primeiro mês a praticante sentirá uma firmeza maior na musculatura do corpo. No segundo, notará a forma do bumbum mais arredondada em o terceiro o resultado já é visível.”

Como Realizar: Fique em pé, com os pés afastados para fora (um pouco além da largura do quadril, em um ângulo aproximado de 180 graus) e realize o agachamento como se fosse sentar em um banco. Desça o tronco devagar, até os joelhos formarem um ângulo de 90 graus em relação às coxas, e volte sem estendê-los totalmente. Apesar de parecer fácil e bastante eficaz, não é não é recomendado praticar o exercício de forma “desenfreada”.

Músculos Trabalhados: Músculos internos e externos da coxa e toda a região dos glúteos.

Possíveis Variações: Peso livre, segurando uma única anilha com as mãos entre as pernas, ou usar a barra.

Cuidados com a Postura: Abra bem as pernas, contraia o abdômen e aponte os pés para fora.

Diferença Agachamento Sumô para o Normal: No agachamento sumô deve-se abrir mais as pernas, para trabalhar os glúteos.


Repetição: 2 vezes por semana, no máximo. Iniciantes podem fazer duas séries de 12 repetições cada. Já os mais avançados, ou seja, quem já pratica algum tipo de atividade, pode realizar de três a quatro séries com 12 repetições cada. O músculo precisa descansar pelo menos 2 dias até ser trabalhado novamente, para ocorrer hipertrofia.






29 de julho de 2014

DE VOLTA - ATÉ QUE ENFIM!!!

Oi Divas!!!

Quantas Saudades!!!

Pois é, quase um ano se passou... muitas coisas boas aconteceram, muitas mudanças em minha vida. Casei, tô super feliz! Me adaptando passo a passo a vida de casada. Entrando a fundo na vida de Dona de Casa... sempre em busca de novas mudanças boas. Gostei muito de perder o medo e explorar o novo.

Mas antes de expor aqui o dia da minha felicidade, vou completar uns post que ficou em rascunho e publicar, logo em seguida o MEU GRANDE DIA!

29 de abril de 2013

MERENDA ESCOLAR SAUDÁVEL

Oi Divas!!!

Hoje vou mudar um pouquinho o assunto principal do blog. Mas, que de fato também é uma grande ajuda para todas as mamães, titias e vovós corujas. Estou me referindo à merenda escolar dos pimpolhos.


Vendo hoje minha irmã fazer a merenda de meu sobrinho, vi que tinha uma mistura enorme de alimento saudáveis e outros NÃO. Era suco, queijo, bolinho recheado, torrada natural e batata frita com molho. Olhando aquilo tudo, ficou evidente que não estava correto. Por isso corri para net fazer algumas pesquisas e tirar dúvidas com uma nutricionista online. VAMOS AS DICAS:

A base da alimentação das crianças está relacionada com a da família e com a do ambiente em que ela convive. Se a garotada come massas, gorduras e doces em casa pode fazer a mesma escolha na escola. Uma dica para buscar uma alimentação saudável é conversar com os filhos, descobrir o que eles gostam e juntos elaborar um cardápio equilibrado.

O lanche escolar é uma refeição intermediária, que serve para dar energia à criança entre duas refeições principais. O ideal é que ele contenha uma porção de carboidratos, para fornecer energia; uma porção de lácteos, que tem proteínas; uma porção de frutas ou legumes, responsáveis pelas vitaminas, fibras e minerais; e uma bebida, para hidratação.


Na montagem da lancheira, os adultos devem optar por frutas e sanduíches preparados em casa, sucos de frutas frescas, iogurtes. Tome cuidado com excessos de alimentos industrializados, doces e refrigerantes. O ideal é evitar o consumo diário de alimentos com alto teor de sódio, açúcar e gorduras como os refrigerantes, sucos prontos, achocolatados prontos, salgadinhos, biscoitos (principalmente os recheados), doces e chocolates. Tome cuidado com excessos de alimentos industrializados, doces e refrigerantes. Doces e frituras não são proibidos, desde que consumidos com equilíbrio. Esses alimentos devem ser uma exceção e não uma regra nas lancheiras infantis. Os pais também devem evitar o uso de alimentos perecíveis (ex.: maionese ou creme de leite).

O lanche deve conter cerca de 300 calorias para quem está com peso adequado.

Os sucos podem ser naturais, desde que colocados em garrafas térmicas, ou de caixinha, do tipo néctar. Achocolatados prontos e água de coco são ótimas opções. Escolha os sucos de caixinha sem adição de açúcar e lembre-se que achocolatados não são leite, são uma composição feita com soro de leite, prefira aqueles com menos sódio e menos açúcar e garanta que a criança beba leite de verdade em algum outro momento do dia. Os achocolatados devem ser consumidos eventualmente, não diariamente! Use-os de 1 a 2 vezes por semana no máximo. Prefira o suco natural, mas quando for comprar ele na caixinha fique de olho na lista de ingredientes. Preste atenção se o suco tem mesmo fruta e evite os tipos que contém corantes artificiais, aromatizantes e os adoçantes artificiais (aspartame/ ciclamato e sacarina sódica).

Uma dica para evitar que o filho se enjoe dos lanches preparados é alternar o tipo de pão. Ofereça pão de forma comum ou integral, pão sírio, bisnaga, pão de leite, torradas e bolos simples, feitos em casa. No lugar do pão as crianças também pode levar um bolinho caseiro. Eles podem ser preparados em forminhas individuais como as de cupcakes  e depois de prontos  bem acondicionados e congelados. Quando a criança for levar para a escola é só tirar na noite anterior. Outra dica legal é: em todas as receitas metade da farinha branca pode ser substituída por farinha integral que garante mais fibras e minerais como zinco e vitaminas do complexo B, importantíssimos na infância. Evite os bolinhos comerciais porque são ricos em gorduras saturadas.
Para o recheio do lanche, vale apostar em margarina, requeijão, queijo branco, geleia, peito de peru e presunto magro. Não se esqueça de que frios são muito perecíveis. Portanto, compre-os em pequenas quantidades e verifique as datas de validade após abertos.
No caso dos biscoitos, procure aqueles com as menores quantidades de gordura e de açúcar possíveis. Os biscoitos tipo snack salgados também são os preferidos de muitos, mas preste atenção se na composição não está presente o aditivo glutamato monossódico que é um realçador de sabor que, após sucessivo consumo “mascara” o paladar e deixa a criança mais susceptível a rejeitar alimentos naturais de sabor mais suave quando comparados aos industrializados.  Além disso, ele também ajuda a aumentar o conteúdo de sódio dos biscoitos. A versão doce e recheada dos biscoitos  também deve ser evitada porque contém grande quantidade de açúcar e de gordura trans, uma gordura maléfica que aumenta o colesterol. E mesmo que o produto diga no rótulo que tem “0% de gordura trans”, vá à lista de ingredientes e veja se existe a presença de gordura vegetal hidrogenada. Em caso positivo, o 0% de gordura trans só e conseguida pela diminuição na quantidade da porção dos biscoitos. Porém ela estará presente e consumida. 

Em relação às frutas, elas devem ser higienizadas e serem consumidas de preferência com cascas (maçã, morango, ameixa, uva, dentre outros). A banana, por sua vez, pode ser levada e a criança tira a casca na hora de comer. Os alimentos que não podem ser consumidos com casca (laranja, mamão, manga, dentre outros), podem ser levados descascados, picados e acondicionados em recipientes bem vedados. Estes devem ser consumidos no mesmo dia que forem levados para a escola. As frutas boas são as que podem ser cortadas em pedaços e não escurecem como mamões e melancia. Uma salada de frutas bem colorida também pode estimular a garotada. Lembre-se de enviar um talher.
Não coloque embalagens inteiras e pacotes fechados, fracionei em porções. Não confie que a criança irá respeitar o porcionamento. Se o lanche for biscoito ou bolachas coloque apenas 5 unidades = 1 porção.

Não adianta ficar atenta para um cardápio equilibrado se ele não estiver bem conservado na hora do sinal. A lancheira deve ser resistente e lavável, preferencialmente todos os dias após a aula. Nos finais de semana, uma limpeza mais pesada, com a esterilização com álcool nos vasilhames. Opte por recipientes térmicos e lancheiras/bolsas térmicas. Esses recipientes em geral tem um custo maior do que as convencionais. Os sucos e iogurtes, desde que previamente resfriados, se mantêm sem refrigeração até o horário de lanche dos estudantes. Se a lancheira não é térmica, utilize recipientes térmicos. Os lanches, por exemplo, devem ser embrulhados em papel-filme e depois colocados em potes de plástico. Sucos e leite devem ficam em garrafas térmicas.